O nosso site funciona plenamente sem JavaScript mas fica muito mais bonito se o ativar.

Vencedor do Prémio Internacional de Serpa para Álbum Ilustrado

31/10/2019

O Planeta Tangerina tem o prazer de anunciar que o grande vencedor da 3ª edição do Prémio Internacional de Serpa para Álbum Ilustrado é o projeto “Ñam”, de Nuria Pocero Malaga. Foram também atribuídas três menções honrosas.

Esta foi a edição com mais participações, vindas dos quatro cantos do mundo. Recebemos trabalhos vindos de Portugal, Itália, Espanha, Taiwan, Grã-Bretanha, China, Rússia, França, Argentina, Alemanha e muitos mais, num total de 28 países.

O júri, composto por Madalena Matoso, Ana Castagnoli e Paula Estorninho, escreveu algumas palavras sobre a sua decisão e o processo de seleção:

«O júri, reunido em outubro de 2019, no Museu do Cante, Serpa, decidiu, por unanimidade, atribuir o Prémio Internacional de Serpa para Álbum Ilustrado, ao projecto Ñam da autoria de Nuria Pocero Malaga. O júri decidiu também atribuir três menções especiais aos projectos “No use for a Broken fork”, de Marco Quadri, “Prince hates it” de Hsuan-Chien Cheng e “Where is the fish?” de Beatrice Dietel.

A concurso estavam 232 projectos de livros. Livros vindos de diferentes partes do mundo, com todo o tipo de abordagens: livros poéticos, livros-jogo, livros que nos ensinam qualquer coisa, livros divertidos, livros que têm uma boa ideia, livros silenciosos, textos elaborados, projectos pessoais, livros para bebés, livros para adolescentes…

Analisámos todos os projetos e encontrámos livros com ilustrações de muita qualidade mas nem sempre a ideia — ou a história do livro — teve o poder de nos surpreender ou agarrar.

Procurávamos livros com uma boa ideia, texto de qualidade (ou no caso dos livros silenciosos, com uma história bem contada através das imagens) e com um bom projecto gráfico. Não procurávamos nenhum estilo particular de ilustrações mas demos grande importância ao seu papel dentro do livro. Ou seja, fizémos esta pergunta: estas imagens são belas mas são apenas decorativas ou têm um conteúdo e estão a comunicar connosco? Procuram uma nova linguagem gráfica ou aproximam-se demasiado do trabalho de outros ilustradores?

O livro Ñam, conquistou-nos pelo ritmo, frescura, surpresa, humor, força da expressão gráfica e pelo jogo entre as imagens e o texto. Acreditamos que será um prazer partilhar este livro entre leitores grandes e pequenos.

Para além do primeiro prémio, o júri decidiu atribuir menções especiais a três projectos que se destacaram por diferentes razões. Frescura e autenticidade da linguagem gráfica; segurança e qualidade do desenho; sentido de humor e pormenor.

Obrigada a todos os que participaram neste concurso. Sabemos que não se trata de um concurso fácil, pois encontrar boas ideias, bons textos e boas ilustrações (e cozinhar tudo no tempo e medida certas para criar um bom livro) é um grande desafio. Acreditamos, porém, que mesmo quando não se ganha, passar por este processo nos dá ferramentas para começar o projeto seguinte com mais força e perícia. 

Até à próxima!»


55

11

44

{ARQUIVO DE NOTÍCIAS}