Ficha Técnica

32 páginas / 200 x 200 mm
ISBN: 9789898145383 / PVP: 12,90€
1.ª Edição: setembro 2011
3.ª Reimpressão: abril 2019

© Rights owned by Éditions Notari

Todos fazemos tudo prescinde das palavras e funciona como um jogo.

Há personagens – homens, mulheres, novos e velhos – e uma grande diversidade de atividades que estas personagens poderão viver. Na parte superior das páginas é revelada a sua identidade – se masculina, se feminina, se mais nova ou mais velha; na parte inferior revelam-se as ações – cozinhar, tratar de bebés, fazer jardinagem, conduzir tratores ou tocar guitarra.  Não se representam apenas as chamadas “tarefas domésticas”, habitualmente lembradas quando o tema da igualdade é tratado, mas também atividades profissionais e momentos de lazer. Não se representam apenas homens e mulheres, mas pessoas de diferentes idades e origens, dando ao livro uma dimensão maior de Igualdade que não apenas a de género.

Aos leitores caberá fazer as diferentes combinações. Virando as páginas é possível trocar as personagens e/ou as atividades e observar como, pelo menos neste livro, não há preconceitos nem ideias feitas. Aqui todos fazemos tudo: avós de prancha de surf debaixo do braço, pais a estender a roupa, mães com jeito para o bricolage, tudo acontece com naturalidade.

Resultado de um concurso de criatividade lançado pelo município de Genebra, “Todos fazemos tudo” é um projeto original das Éditions Notari, criado com o objetivo de promover a igualdade entre homens e mulheres.

PVP: 12,90€*

11,61
* O preço final inclui 10% de desconto do editor

Prémios e Menções

Melhor Ilustração para Livro Infantil — Prémios Amadora BD (2012)

Aconselhado — Plano Nacional de Leitura

Selecionado — Honour List of Wordless Books, Silent Books: from the world to Lampedusa and back – IBBY, Itália (2012)

O que se diz

Um soberbo álbum gráfico que evita as armadilhas do livro “sobre temas problemáticos”. (…) Tirando partido da tradicional técnica do méli-melo e escolhendo prescindir do texto, a força deste álbum reside na sua força gráfica e na inteligência do seu propósito.

Sophie van der Liden, especialista francesa em Literatura para a Infância

Com um tratamento gráfico e cromático extremamente eficaz, Madalena Matoso convida-nos a um exercício lúdico de abertura mental: um álbum em espiral cortado ao meio, dezenas e dezenas de combinações possíveis e uma pergunta que nas entrelinhas é deixada aos leitores: e porque não tu? (…)
Este livro é mais do que um presente. É um passo em frente a caminho de um mundo mais justo.

Anna Castagnoli, ilustradora e autora de livros para crianças