Ficha Técnica

40 páginas / 220 x 260 mm
ISBN: 9789898145789 / PVP: 13,50€
1.ª Edição: março 2017

© Rights sold: Catalan, French, Korean, Simplified Chinese, Spanish

Em busca de uma bola desaparecida, Luís e Luísa mergulham nos bastidores do livro que lhes serve de campo de ténis.
A aventura vai levá-los através de todo o tipo de cenários e obrigá-los a correr as páginas para trás e para a frente, seguindo todas as pistas.
E os leitores?
Os leitores, que remédio!, terão de fazer o seu trabalho para que a história (que é como quem diz, o jogo) chegue ao fim. Que não lhes falte o fôlego!

Um livro muito divertido ilustrado por Bernardo P. Carvalho que põe de novo o livro-objeto no centro da ação.

 

Este livro pertence à coleção Cantos Redondos.

Ficha Técnica

40 páginas / 220 x 260 mm
ISBN: 9789898145789 / PVP: 13,50€
1.ª Edição: março 2017

© Rights sold: Catalan, French, Korean, Simplified Chinese, Spanish

PVP: 13,50€*

12,15
* O preço final inclui 10% de desconto do editor

Prémios e Menções

Selecionado — White Ravens 2018

O que se diz

É daqueles livros que dá prazer ler, jogar e brincar em conjunto.
É de gargalhada, de confusão, de loucura. Mistura-se Deus com a Página, páginas digitais com páginas hiper-realistas, comédia com drama.
Blogue Prateleira-de-baixo, 9/03/2020

As ilustrações explodem em cor e movimento em páginas duplas, com balões de diálogo que parecem falar em voz alta e detalhes que apenas serão revelados a cada nova leitura. Match point, apetece dizer.
Pedro Miguel Silva, blogue Deus me Livro, julho 2017

Subjacente à colecção, está o conceito de interactividade. Genialmente conseguida, os leitores mergulham literalmente no livro, esgueirando-se pelas dobras ou saltando pelas páginas até conseguirem enxergar a bola amarela. Mas, não se ficam por aí. É um desafio empolgante e irresistível, com um final/recomeço hilariante, feito na companhia dos dois pequenos protagonistas.
Blogue Hipopótamos na Lua, 07/2017

“A Bola Amarela” é um caso em que uma boa ideia (de Daniel Fehr) corresponde a uma execução feliz. Aqui podem ver-se os vários registos gráficos e plásticos de Bernardo P. Carvalho, sem que perca a sua identidade, nas cores, movimentos e formas.
Rita Pimenta, jornal Público, 09/2017