O nosso site funciona plenamente sem JavaScript mas fica muito mais bonito se o ativar.

Gonçalo M. Tavares

Gonçalo  M. Tavares nasceu em 1970.
Hesitou entre o futebol e a matemática pura, mas o seu percurso levou-o à escrita. É considerado hoje um dos grandes escritores em Língua Portuguesa do século XXI, reconhecido pela crítica internacional e publicado (ou em vias de publicação) em 46 países, em 35 línguas diferentes.

Recebu vários prémios nacionais e internacionais, entre os quais destacamos: Prémio Branquinho da Fonseca/ Calouste Gulbenkian 2001 (com “O Senhor Valéry"); Prémio José Saramago 2005 e Prémio LER/Millennium  BCP 2004 (com "Jerusalém"); Prémio de Melhor Livro Estrangeiro 2010, França (com "Aprender a Rezar na Era da Técnica"); Grande Prémio Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores 2011 e Prémio Fernando Namora/Casino do Estoril, Melhor Livro Ficção 2011 (com “Uma Viagem à Índia”).
Muitos dos seus livros deram origem a peças de teatro, peças radiofónicas, curtas-metragens, performances, óperas e até a projetos de arquitetura.

Livros