O nosso site funciona plenamente sem JavaScript mas fica muito mais bonito se o ativar.

Grande Coisa

William Bee

O Billy tem um problema (infelizmente bastante comum): é um rapaz extremamente difícil de contentar. O pai esforça-se, mostrando-lhe as coisas mais espantosas do mundo, mas o Billy a tudo responde com um enfadonho encolher de ombros e um lacónico “Grande Coisa.” 
É verdade que os pais podem ter uma paciência infinita – e o pai do Billy parece tê-la – mas, há momentos em que um pai tem mesmo de tomar medidas drásticas. 
Veremos como reagirá o Billy à solução do pai... e se terá de engolir as suas próprias palavras (se isso chegar a acontecer diremos também como ele... Grande Coisa!).
Um livro em que pais e filhos facilmente se reconhecerão... e que fará rir leitores de todas as idades.

– Grande Coisa foi distinguido com o Blue Ribbon Picture Book Award, atribuído pela revista The Bulletin do Center for Children's Books.
– Aconselhado pelo Plano Nacional de Leitura


Grande Coisa é uma história simples, mas a verdade é que nunca é a história que conta, mas sim o modo como a história é contada, e fico feliz por dizer-vos que Bee, um ilustrador britânico, se porta bem nas duas frentes: texto e ilustração.
(...) À medida que o pai vai mostrando ao Billy coisas cada vez mais estranhas, “Grande Coisa” começa a parecer-se menos com um sarcástico “deita abaixo” e mais com um mantra calmante, uma terapia para os excessos da parentalidade desesperada.
Daniel Handler, New York Times

As crianças irritantes (ou os momentos irritantes de quase todas as crianças), que acham que qualquer feito espectacular é menos curioso do que o seu umbigo, podem não achar grande graça a William Bee e à sua retórica, mas o resto da humanidade não deixará de o admirar. Já a moral desta história, pouco dada ao politicamente correcto infantil, há-de servir a quase toda a gente, independentemente da idade.
Sara Figueiredo Costa, jornal Expresso

40 páginas · 220 x 220 mm · ISBN: 9789898145376