O nosso site funciona plenamente sem JavaScript mas fica muito mais bonito se o ativar.

Daqui ninguém passa

Isabel Minhós Martins · Bernardo P. Carvalho

Havia um general que queria ser herói de uma história.
Ora, para alguém se tornar herói de uma história é preciso enfrentar os perigos com coragem, ousar fazer o que acha que está certo. Por exemplo. Porque há muitos outros exemplos. 
Porém, o general desta história achava que o caminho mais rápido para ser herói era aparecer dentro de um livro. Mesmo sem fazer nada de especial.
O general tinha um exército de guardas que seguia as suas ordens sem pestanejar. Todas as ordens, fossem elas quais fossem.
Então, um dia, o general tomou uma resolução. 

Absurda, claro…

– Aconselhado pelo Plano Nacional de Leitura
– Prémio Nacional de Banda Desenhada 2015– Melhor Ilustração de Livro Infantil (Autor Português)
– Seleção “I migliori libri per ragazzi del 2015” (Centro per il Libro e la lettura/ BIENNALE DEI RAGAZZI)
– Selo Altamente recomendável FNLIJ 2016- Literatura em Língua Portuguesa (FNLIJ, Brasil)
 The most astonishingly unconventional children’s books of 2016 (School Library Journal)
 USBBY Outstanding International Books List 2017
 Nomeado para 2017 Deutscher Jugendliteraturpreis (Categoria Álbum ilustrado) 


---

O novo volume da Coleção Cantos Redondos do Planeta Tangerina apresenta mais uma surpresa para os leitores. Desta vez, os autores criaram uma história que se debruça sobre o lado esquerdo e direito de um livro, fazendo estacar os leitores junto à linha de fronteira que divide as duas páginas. 

E agora? Se ninguém pode passar para a página da direita, o que irá acontecer a esta história?

-----

É um dos grandes livros publicados este ano. Sim, sim, já sei que está arrumado na secção infantil, e que tem mais imagens do que texto. Repito: é um dos grandes livros publicados este ano.
Sara Figueiredo Costa, Caldeirão Voltaire, Dezembro 2014
 

"Daqui ninguém passa!” É qualquer coisa!
(...)
Posto isto, digamos que há nesta história um general, um serviçal das forças armadas e um acontecimento inesperado. A revolução é, ironicamente, mais uma consequência do que outra coisa qualquer. E por aqui nos ficamos. Senão íamos começar a dizer coisas como: "É um livro obrigatório!" (...)
Andreia Brites, O Bicho dos Livros, Dezembro 2014


Um dos grandes lançamentos do ano, a justificar a distinção de Melhor Editora Infantil Europeia, atribuído ao Planeta Tangerina em 2014, na Feira Internacional do Livro Infantil de Bolonha
Catarina Figueira, revista Time Out, Janeiro de 2015


Uma história absurda de comer e chorar por mais
Ana Kotowicz, jornal i, Janeiro de 2015


“Daqui ninguém passa!” é o título de um dos mais belos livros já concebido e escrito sobre o tema da ditadura e da revolução pacífica. E é para as crianças.
Anna Castagnoli, blog Le figure dei libri, Março 2015
 
 

40 páginas · 220 x 260 mm · ISBN: 9789898145628